Agradecimento do Conselheiro Humberto Braga ao Presidente Conselheiro Sérgio Quintella, pelas palavras deste sobre seu aniversário.
Humberto Braga

É muita gentileza de V. Exa.. Agradeço a amabilidade, apesar de ser bem sabida minha aversão a aniversário, minha irreprimível indignação contra o que ele anuncia, promete, sobretudo ameaça. Mas, de uns tempos para cá, esses sentimentos se abrandaram e por dois motivos. Em parte, por causa do crescente número de manifestações, como a de V.Exa. agora, de carinho, de consolo, de conforto, de solidariedade, que tenho recebido por meu aniversário. E em parte porque a minha vida pessoal só tem se beneficiado com o tempo. O velho Humberto Braga não tem nada a invejar ao jovem Humberto Braga. E, aliás, esse já morreu mesmo. Não se vai invejar quem está morto. Minha vida melhorou substancialmente depois dos 40 anos; tornou-se bem agradável depois dos 50; excelente, após os 60, donde tudo faz presumir que depois dos 70 estará esplêndida. Pela lógica dos precedentes, as coisas vão melhorar para mim, no futuro próximo. E mais ainda no futuro distante, quando deverei estar, como se diz, "numa boa". Muito obrigado a V.Exa..

(extraído das notas taquigráficas da sessão plenária de 10.10.95)

Notas taquigráficas da sessão plenária, 10/10/1995

 
artigos | discursos | sobre HB
Aposentadoria de um Guerreiro
1997

Agradecimento do Conselheiro Humberto Braga ao Presidente Conselheiro Sérgio Quintella, pelas palavras deste sobre seu aniversário.
10/10/1995

Realizações de Humberto Braga
01/01/1995

Discurso de posse na Academia Carioca de Letras
1993

HOMENAGEM PÓSTUMA AO POETA CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
18/08/1987

Presença da Espanha
15/04/1985

Tancredo Neves, o Estadista
24/03/1985

Um homem público exemplar (Gustavo Capanema)
12/03/1985

HOMENAGEM PÓSTUMA A ALVARO AMERICANO
10/07/1984

Por Admiração e Respeito (Sobral Pinto)
08/11/1983

Alceu Amoroso Lima, homem símbolo
16/08/1983

Getúlio Vargas
28/04/1983

O sentido da história
13/01/1982

Francisco Negrão de Lima, o amigo maior
29/09/1981

Palavras de um Paraninfo
22/07/1981

A validade da ciência social
09/03/1981

Uma figura legendária (José Américo)
11/03/1980

Um jurista incomparável (Pontes de Miranda)
05/02/1980

Um Ente Amado (Gilson Amado)
29/11/1979

O Sergipano Gilberto Amado
28/08/1979

Juscelino Kubitschek
24/08/1976

Honra ao Mérito (João Lyra Filho)
01/04/1976

Um Discípulo de Augusto Comte (Ivan Lins)
17/06/1975

Um Espírito de Múltiplas Facetas (Aliomar Baleeiro)
08/05/1975

Pensamento econômico do século XIX - painel do século XIX
01/05/1972

O fulgurante Agripino
15/10/1968

Criação, na Guanabara, da Secretaria de Ciência e Tecnologia
1967

Lembrança de Raymundo Britto